São João sem milho – Slow food promove campanha contra o principal ingrediente junino

São João sem milho – Slow food promove campanha contra o principal ingrediente junino

Já imaginou um São João sem milho? Sem canjica, lelê, pamonha, mungunzá e bolos típicos? Não seria a mesma festa pois o grão é a base da cultura junina. Contudo, o movimento Slow food propõe aos brasileiros, neste São João, deixarem de consumirem a espiga e derivados em forma de protesto.

festajunina-semtransgenicos

O movimento criou a campanha ‘Festa junina livre de transgenico’. A proposta é alertar aos brasileiros, neste período festivo, que 82% do milho do país é produzido com semente geneticamente modificada. E pior, o consumo dela faz muito mal a saúde e ninguém sabe desta informação.

Segundo estudos da Fiocruz e da Universidade Federal do Mato Grosso o milho transgênico pode causar alterações em diversas glândulas do nosso organismo, má formação fetal e até ativar células cancerígenas.

comida_tipica

A campanha é uma manifestação para  informar a população e criar um debate na sociedade sobre:

O uso agroindustrial dos transgênicos; 

Quais os prejuízos a saúde;  

A obrigatoriedade do selo de identificacao do “T” em embalagens de alimentos;

A ampliação do acesso à preços populares do milho crioulo (variedade sem modificação genética);

A popularização da ecogastronomia (alimentos frescos sem agrotóxicos).

Fique por dentro

Atualmente são 21 variedades de milho transgênicas em comercialização no Brasil, 05 variedades de soja, 12 de algodão, 1 variedade de Feijão Phaseolus vulgaris.

E mais: No final do ano o Deputado Federal Luiz Carlos Heinze pediu a desobrigatoriedade do uso do Selo T nas embalagens dos produtos alimentícios que contém transgênicos e nesse momento está em tramitação no senado.

Portanto essa é uma atividade onde a cultura alimentar se manifesta em prol do cenário político ambiental, precisamos de todos nessa mobilização pela vida.

Quer tiver interesse em participar da campanha deve enviar um e-mail para: gt-sementes-livres-ogm@googlegroups.com.

 

 

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*