Receita do Pinho: Crème Brûlée de Laranja

Receita do Pinho: Crème Brûlée de Laranja

O nome pode até ser chique, afrancesado e cheio de acentos incomuns, mas garanto para vocês que a receita é bem simples e rápida de ser feita. A primeira, fiz da maneira tradicional com creme de leite fresco e fava de baunilha, o que acaba tornando a receita dispendiosa.

Algum tempo depois eu vi em um reality de culinária, que um dos participantes havia usado raspas de limão siciliano para preparar um Creme Brûlée. Achei interessante, mas resolvi fazer com a laranja ao invés do limão.

Passado alguns anos, e um tempo de experiências, então, cheguei a uma receita que tem um custo mais acessível e fica tão gostosa quanto às feitas com insumos, digamos assim, mais nobres.

Mais do que isso, aprendi uma maneira de fazer a famosa casquinha de açúcar sem o uso do maçarico, caso você não possua. Essa parte dá um pouquinho mais de trabalho, mas o resultado final compensa o esforço e a colher que será sacrificada.

Vamos a receita?!

Ingredientes:

-2 xícaras de creme de leite (equivale a 2 caixinhas)
-1/2 xícara de açúcar cristal e mais um pouco para o Brûlée
-Raspas de duas laranjas (opte por aquelas de casca mais alaranjada)
-6 gemas
-1 colher de chá de essência de baunilha
-2 colheres de sopa de cream cheese (opcional)
-1 pitada de sal
-1 vagem de cardamomo (opcional)

Preparo:

Em uma panela, adicione o creme de leite, as raspas da laranja (cuidado quando estiver tirando as raspas para não chegar até a parte branca da casca, pois irá amargar o seu creme e estragar a sua receita), a baunilha e a vagem de cardamomo.

Fotos e vídeos: Felippe Augusto / Repórter Gourmet

Cardamomo é uma especiaria indiana da família do gengibre e que tem uma nota de sabor muito parecida com a da laranja. E uma pequena vagem com um conjunto de sementes pequenas. Normalmente eu uso amassando um pouco a vagem e coloco junto ao creme de leite.

Voltando, aqueça o creme de leite com as raspas de laranja e o cardamomo até que pequenas bolhinhas sejam formadas na lateral da panela. Desligue o fogo e tampe a panela por aproximadamente 15 minutos para que os sabores se fundam e o creme de leite fique saborizado.

Em uma tigela, adicione as gemas e açúcar. Bata até que a mistura dobre de volume e fique num tom amarelo claro. Reserve.
Após os 15 minutos, peneire (retirar as raspas e a vagem de cardamomo) o creme de leite em outra panela e aqueça um pouco, somente até que surjam pequenas bolhas na lateral da panela mais uma vez. Adicione o cream cheese e incorpore na mistura até que fique homogênea.

O único momento crítico da receita vem agora. Você deverá temperar a mistura de gemas e açúcar, para isso deverá, com cuidado, colocar uma concha do creme de leite saborizado e ir misturando vigorosamente à mistura das gemas. Uma concha por vez para que o calor do creme de leite não cozinhe as gemas o que estragaria sua receita.

Feito isso, é hora de levar a preparação para o forno. Deve ser assado em banho-maria.


Encha os ramekins com aproximadamente 1 1/2 concha do creme ou até que falte um dedo para completar o recipiente. Disponha os ramekins em uma assadeira e encha com água quente até a metade dos ramekins.

DICA

colher
Dica da colher

Uma dica valiosa sobre o banho-maria é que a água que vai na assadeira já deve estar aquecida, pois do contrário ela terá que ganhar temperatura dentro do forno para começar a cozinhar.

 

 

Deixe em forno baixo por 40 minutos ou até o topo do creme esteja firme ao toque do dedo. Ponha sob refrigeração por no mínimo 3 horas (o ideal seria da noite para o dia).

Hora do Brûlée:

Retire o ramekin da geladeira, salpique uma fina camada de açúcar cristal em cima do creme e com ajuda de um maçarico vá queimando delicadamente o açúcar até que forme a camada de caramelo que caracteriza o creme Brûlée.

-“Mas Pinho, eu não tenho maçarico! E agora!?”

Calma, existe uma solução. Mas para isso, uma colher será sacrificada! Pegue aquela colher mais velhinha que você tiver. Aquela que se sumir da gaveta ninguém vai dar falta, entorte o cabo em forma de “L” para que a parte côncava da colher seja a base do “L” e ponha em contato com a chama do fogão.


Quando estiver bem quente, passe delicadamente pela superfície com açúcar e vá formando a “casquinha” de caramelo. Sirva imediatamente e desfrute de uma sobremesa incrivelmente saborosa e fácil de fazer. Espero que gostem e até a próxima receita!

Rendimento: 6 porções

Tempo: 30 minutos + 40 minutos no forno + 3h de refrigeração

*Por Felippe Augusto, o “Pinho”.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*