Nosso arroz de cada dia – Conceição Discos & Comes

Nosso arroz de cada dia – Conceição Discos & Comes

São Paulo é uma cidade cheia de surpresas, e uma delas é a excêntrica gastronomia que reúne na terra da garoa o charme e a poesia. Quando falamos de comida, estamos convocando várias tribos em um único lugar. Através de amigos descobri um cantinho no bairro Santa Cecília para provar uma comida caseira, leve e saborosa com gostinho de casa de vó.

Inaugurado há três anos o Conceição Discos & Comes é um espaço onde é possível escolher a música que deseja ouvir e se gostar do disco, que é de vinil, você pode comprar. Sim, isso mesmo!

O lugar é eclético, cheio de personalidade, começando pela proprietária e chef de cozinha Talitha Barros, que há mais de 18 anos provoca novos sabores e admiradores pela sua forma de conduzir a cozinha.Talitha resolveu reunir todas as suas inquietações em um só lugar, e não é que deu certo?

O carro chefe do cardápio é o arroz, a cada dia é uma especialidade, por exemplo, sábado foi o dia que estive no local e havia o arroz com mandioca e costela. Já nos outros dias, como na sexta-feira, o arroz de polvo, na terça-feira arroz baião de dois.

“Nosso cardápio é inspirado nos hábitos alimentares do brasileiro do norte ao sul do país. A ideia de arrozes é por este ser o principal alimento presente na mesa do brasileiro”, diz a chef.

conceicao discos (5)
Chef Talitha Barros.

A cozinha é estrategicamente posicionada na entrada da loja, tem o propósito de aromatizar o ambiente com a comida feita na hora. As meninas que fazem o atendimento são precisas e solicitas. Nas paredes estão expostos o cardápio com preço e descrição.

Cardápio: de arroz, miúdos e pão de queijo recheado

Não é só de arroz que vive o Conceição Discos. Fiquei sabendo através do Alberto Kono, frequentador do lugar há um ano, que uma vez por semana ele come o arroz vegetariano com abacate, berinjela, mas o favorito dele são os miúdos.

comendo

Segundo Talitha, ela prepara diversos tipos de miúdos e da forma como o cliente deseja. “Ele pode escolher língua com purê, rim bovino, miolo à milanesa, mas precisa ser encomendados com 24 horas de antecedência. Os mais pedidos são dobradinha, miolo, língua e fígado bovino”, informa a cozinheira.  

No restaurante é famoso também o tostex, um pão de queijo recheado com pernil à cavalo. Entre outras alternativas há a empada com recheio de frango ou camarão. A minha sugestão de sobremesa é o pudim de leite e o bolo artesanal de chocolate com amendoim e calda de caramelo selvagem.HUMMM!!!

empadinha-de-frango (1)
Empada com recheiada. Foto: Fernado Moraes.

As opções de bebidas são cervejas artesanais, caipirinha de limão siciliano e limão cravo que é feita com a cachaça Fora de Sério, produzida em Itatiba, interior de São Paulo. Ela tem um gosto bem leve, porém marcante.

cachaca conceicao
Foto: Deisy Anunciação / Repórter Gourmet.

Inspiração

Para produzir as iguarias, Talitha se inspirou em um rio paulistano chamado Tamanduateí, que tem uma ligação especial com o Conceição Discos. Nas margens dele era cultivado arroz, mas com o tempo vários rios importantes como ele secaram ou simplesmente desapareceram soterrados pela moderna urbanização da cidade. Hoje, o que sobrou do Tamanduateí passa ao lado Mercado Municipal de São Paulo.

E o dia vai passando…

Entre um bate papo e outro conheci o casal Saulo de Almeida e Gláucia Koller, frequentadores desde que o local foi inaugurado. Eles adoram a casa, ambiente descontraído, sentem-se bem à vontade e sugerem aumentar o espaço.

Segundo o casal depois do meio dia o local fica cheio e corre-se o risco de não conseguir um lugar para sentar. E aí, o que resta é esperar na fila ou fazer o pedido no balcão para comer em pé ou sentado nas escadas, para aqueles que não se incomodam.

conceicao discos (6)
Foto: Deisy Anunciação / Repórter Gourmet.

Com um público bem variado, o Conceição recebe frequentadores de todas as idades. Entre meio dia e às 14 horas são casais, famílias inteiras, que vão para almoçar. A tarde vai passando e aos poucos vão chegando um pessoal mais alternativo, como jovens que vieram do passeio de bicicleta e amigos que se encontram para tomar um chopp.

E assim vai mais um dia ensolarado de ventos frios na cidade que um dia já foi garoa.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*