Da torta na sorveteria ao bolo para artistas

Da torta na sorveteria ao bolo para artistas

Conheça a trajetória de Conça Galvão, referência em bolos confeitados
 
Por Brenda Gomes
brenda@reportergourmet.com.br

A Páscoa chega e traz, com ela, as tentações que vão além dos ovos tradicionais. Muitas dessas, produzidas por mãos talentosas como as da Dona Conça Galvão. Baiana e corajosa, ela é referência em bolos confeitados e, nesse período, une a criatividade do seu trabalho com a tradição que pede chocolate, para fazer os bolos de Páscoa.

Bolo de Páscoa Foto: Conça Galvão
Bolo de Páscoa
Foto: Conça Galvão

A nossa entrevistada do “Contos de Facas” já fez bolos para o cantor Tatau, do Araketu, para o casamento do apresentador do programa Mosaico Baiano, da Rede Bahia, Alessandro Timbó, e para o aniversário do ator Luiz Miranda. Ao site Repórter Gourmet, ela conta a sua trajetória desde a descoberta da vocação para a culinária até o atual momento de sucesso.

Bolo de aniversário co cantor Tatau feito pela Conça Galvão Foto: Conça Galvão
Bolo de aniversário co cantor Tatau feito pela Conça Galvão
Foto: Conça Galvão

 

A história começa no interior da Bahia, em uma cidade pequena chamada Conceição do Almeida, a 200 km de Salvador. Nascia em 10 de março de 1962, Maria da Conceição Galvão Ribeiro, futura Analista de Sistemas, mãe de três filhos e confeiteira de mão cheia. A moça simples, de bem com a vida e feliz, como ela mesma se descreve, de natureza tranquila, e que gosta da casa cheia de amigos, se formou em Análise de Sistemas, mas trilhou um outro caminho: o da confeitaria. Conça sempre teve interesse por trabalhos artesanais e, foi quando se casou com um dono de sorveteria, que descobriu o seu talento.

Há 20 anos, a mãe do Felipe, 16, do Victor, 22, e do Diego, 27, começou a vender tortas doces e mousses no balcão do estabelecimento da família. Detalhe: até então, isso era só o que ela sabia de confeitaria. Adquiriu gosto pelo ofício. Investiu no desempenho e passou a sobreviver da venda dos doces.

A D. Conça trabalha em casa, onde montou seu ateliê, assistida pela Geise, que a ajuda a forrar os bolos e decorar. Além de tortas, faz cupcakes, pães de mel e dá cursos de culinária. Ela é muito exigente e preza pela qualidade do serviço. Quando acha que o trabalho não está bom, refaz,  conta ao site Repórter Gourmet. Questionada sobre o que não pode faltar na sua cozinha, categórica, reafirma sua exigência: “não pode faltar nada! Toda segunda me programo para o trabalho da semana”.

Suas inspirações estão em designers de bolos que a impressionam com o entusiasmo e a realização do trabalho, além do comprometimento, a fidelidade e o amor na execução do ofício. “Parecem que colocaram um filho no mundo”, completa. A boleira foi responsável por fazer os bolos de personalidades como o cantor Tatau, do Araketo, a quem ela chama de “cara simples, sorriso largo, carinhoso e apaixonante”; para o apresentador Alessandro Timbó, do programa Mosaico Baiano, e filhos dele; para o ator Luiz Miranda e, acredite, nem o cunhado da cantora Ivete Sangalo resistiu à tentação e, também, encomendou um bolo.

Quando perguntada sobre qual bolo queria ser, ela responde:

– Infantil! Criança é tudo! Cor, descontração! Você não tem ideia da minha alegria quando vejo a cara e os olhos arregalados de satisfação da criança quando vê o bolo. É impagável aquele momento. Vale tudo!”.

RG: E se você fosse um ingrediente, qual seria e por quê?

Conça: Ai, ai, ai… poderia ser o açúcar e ajudaria a adoçar a vida de muita gente amarga, mas eu diria o fermento! Gosto de incrementar as coisas e de fazê-las crescer.

Para finalizar a entrevista com Conça, o Repórter Gourmet pergunta para qual artista ela tem vontade de fazer um bolo especial, que ainda não fez e para qual ocasião.

Ela responde:

– ÔÔÔ… para minha musa Ivete Sangalo! Qualquer ocasião! O importante é que seja para ela e que ela coma (risos).

 

São histórias de pessoas como a Conceição Galvão que deixam a vida mais doce. Unir famílias e proporcionar momentos de prazer durante a refeição é a sensibilidade que caracteriza quem trabalha com a Gastronomia. Como diz Antonie de Saint, autor do conto o Pequeno Príncipe, “a grandeza de uma profissão é talvez, antes de tudo, unir os homens: não há senão um verdadeiro luxo e esse é o das relações humanas”.

Se você conhece alguém que desenvolve um belo trabalho na Gastronomia, seja fazendo doces, salgados ou outras receitas diferentes, indique para a equipe do Repórter Gourmet pelo email contato@reportergourmet.com.br e ajude-nos a reportar mais contos de facas.

 

Contatos de Conça Galvão:

Telefones: 71 3012-2949 / 9163-4846 Email: concagalvao@yahoo.com.br

Conça Galvão ministra curso para ensinar a mexer na máquina Cricut Cake, que corta pasta americana. As aulas acontecem nos dias 27 e 28 de abril de 2014, em Salvador, para uma turma com 08 alunos. Os interessados devem solicitar inscrição pelo email concagalvao@yahoo.com.br

4 Comments

  1. Conça Galvão

    Amei a matéria meninas! Vcs estão de parabéns!

    • Repórter Gourmet
      Repórter Gourmet

      Que bom que gostou, Conça! Agradecemos pela oportunidade de conhecê-la um pouco melhor e reportar sua história.

  2. Que criatura encantadora é essa Conça Galvão! Pela alegria que expressa deve por toda doçura no trabalho que emprega.

  3. joana Angelica araujo

    Você é. uma estrela dos bolos,adorei perfeito ,tbm sou apaixonada por eles comecei sem fazer cursos pós o dom esta realmente nas mãos de quem. gosta pois o amor.faz a perfeição ainda estou engatinhando na confeitaria mais amo o que faço, parabéns seus trabalhos são perfeitos.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*