Conheça o ritual do Gnocchi da Fortuna celebrado neste sábado (29)

Conheça o ritual do Gnocchi da Fortuna celebrado neste sábado (29)

Gnocchi da Prosperidade, Torre de Pizza. Foto: Divulgação.

Diz a lenda que São Pantaleão, num 29 de dezembro, faminto e mal vestido, perambulava por um vilarejo italiano até chegar numa casa simples. Mesmo com uma família grande para alimentar e pouca fartura na mesa, os anfitriões o receberam e dividiram igualmente entre os presentes 7 massinhas de gnocchi. Após o jantar, o santo se foi e, na hora de recolher os pratos, a família descobriu embaixo de cada um uma grande quantia em dinheiro. Desde então, todo dia 29 é dia do ‘Gnocchi da Fortuna’. A tradição é seguida por quem deseja dim-dim no bolso e, ainda desfrutar de um delicioso prato italiano.

Para seguir a tradição basta fazer da seguinte forma:

Coloque uma nota de qualquer valor embaixo do prato com gnocchi;

Fique de pé e concentre-se para iniciar o ritual;

No prato, separe 7 massas de gnocchi e coma de uma em uma;

Para cada massa de gnocchi, faça um pedido diferente;

Depois, sente e desfrute do resto do prato.

Vale lembrar que o dinheiro mantido embaixo do prato durante o ritual tem que durar até o dia 29 seguinte ou deve ser dado a alguém que necessite.

Onde ir

No La Pasta Gialla, a tradição é mantida durante o ano inteiro. O restaurante italiano ainda oferece aos clientes que escolherem o gnocchi, no dia 29 , uma sobremesa de graça. A prosperidade já começa na refeição.

Já na Torre de Pizza e Cantina Du Vini, a aposta para este sábado é realizar o ritual com uma nota de um dólar. Os dois restaurantes oferecem aos clientes a moeda estrangeira para que possam colocar debaixo do prato e seguir a tradição, e logo seguida guardar o dinheiro na carteira. Após, basta torcer para que a prosperidade chegue em dólar!

Endereços

La Pasta Gialla fica na Rua São Paulo, 488, Pituba.

Torre de Pizza, duas unidades em Lauro de Freitas (Centro e Buraquinho) e outra na Av. Paulo VI, Pituba.

Cantina Du Vini está localizada na Travessa Bartholomeu de Gusmão, no Rio Vermelho.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*