Aulas-show, oficinas de cozinha e palestras são destaque  em festival gastronômico do Oeste da Bahia

Aulas-show, oficinas de cozinha e palestras são destaque em festival gastronômico do Oeste da Bahia

image


Estudantes, especialistas, chefs importantes e apaixonados por gastronomia, estão em contagem regressiva para a primeira edição do Festival de Gastronomia e Cultura do Oeste da Bahia, que acontece de 15 a 18 de outubro, no município de Luís Eduardo Magalhães, localizado a cerca de 950 quilômetros de Salvador.

Durante o evento, que deve atrair cerca de 5 mil pessoas por dia ao Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida, popularmente conhecida como “Gruta”, eles irão compartilhar receitas frente a frente com o público em atividades práticas e sessões de degustação, dividindo a programação com chefs convidados dos estados de Goiás, Tocantins e São Paulo.

wpid-chef-edinho-engel_papillote-de-pirarucu-com-farofa-de-palmito-jiló-e-pequi-02.jpg

Aulas-show – Na quinta-feira, dia 16, a programação contará com três aulas-show, todas ministradas em dupla. Os chefs Fabrício Lemos e Lisiane Arouca farão receitas sob o tema “Peixes de água doce na cozinha contemporânea”. Já Edinho Engel se juntará a Dudu Prado para preparar pratos de “Peixes brasileiros com toque gourmet”. Clodomiro Tavares e Olavo Nascimento prometem um “Banquete festivo com os peixes do Oeste”.

As aulas-show continuam sendo destaque na sexta-feira, dia 17, quando Caco Marinho e Valnei Assunção trazem o tema “A cozinha técnico-emocional no Oeste da Bahia”. A chef Rosa Gonçalves, responsável pela idealização e realização do evento, divide o fogão com Elmo Alves para apresentar pratos que representam “A tradicional cozinha baiana”.

No sábado, os visitantes terão a oportunidade de acompanhar a aula-show do chef Gilmar Borges, que divide com o público seu vasto conhecimento sobre “A cozinha criativa dos tropeiros e garimpeiros”. Em seguida, entram em ação Don Fabrízio Abatte e Leonardo Roncon, dando “Um toque brasileiro na culinária do mundo”.

Tachadas e oficinas do CTG – Quem quiser ver os chefs em plena atividade também não pode perder a oficina “Brasil bem temperado”, que será realizada em quatro momentos durante o festival, no espaço batizado de Cozinha do Interior. É dali que sairão diariamente as “tachadas” – comida preparada em grandes tachos – para degustação.

Nas tachadas, assim como nas aulas-show, os chefs voltam a se reunir em duplas ou trios para preparar quatro pratos que simbolizam a diversidade da gastronomia da região Oeste: Paella do Cerrado, Arroz de carreteiro tocantinense, Baião de dois e Atoladinho de carnes defumadas.

Quem pensa que acaba por aí se engana. A “Gruta” também será palco de oficinas ministradas pelo Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo dos Gerais, considerado o maior CTG em atividade no mundo. O público confere passo-a-passo o preparo de três pratos emblemáticos da comunidade: Costelão, Porco no Rolete e Churrasco Tradicional.

Programação gratuita

A programação do Festival de Gastronomia e Cultura do Oeste da Bahia inclui, ainda, palestras, rodas de conversa, oficinas, degustação e apresentação de grupos culturais dos municípios de Luis Eduardo Magalhães, Baianópolis, Cristópolis, Angical, São Desidério e Barreiras.

Todas as atividades têm inscrição gratuita, que pode ser feita através do site lemgastronomia.com.

SERVIÇO

O quê: Festival de Gastronomia e Cultura do Oeste da Bahia.
Quando: 15 a 18 de outubro (quarta a sábado)
Onde:Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida (Luís Eduardo Magalhães)
Ingresso:Gratuito
Programação completa, informações e inscrições: www.lemgastronomia.com

One Comment

  1. Pingback: Festivais é a porta para o resgate da gastronomia de raiz | Repórter Gourmet

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*